Todo mundo já tentou iniciar uma dieta alguma vez na vida, não é mesmo? Você se programa e promete que, a partir de agora, tudo será diferente. É provável que você não consiga seguir uma dieta porque não transforma ela no seu estilo de vida, ou seja, você não faz a tal da reeducação alimentar.

O que é reeducação alimentar

Mas o que é reeducação alimentar? E como aderir a ela?

O que é reeducação alimentar e a diferença de dieta?

Enquanto as dietas focam em um olhar individualizado de cardápios e alimentação, a reeducação trata mais sobre um estilo de vida. Entender sobre dieta é importante para que se consiga fazer uma reeducação alimentar adequada, pois você saberá o que precisa mudar na sua rotina.

Porém, a reeducação alimentar é muito mais abrangente do que dieta, pois não foca em um objetivo específico, como emagrecer ou ganhar massa muscular, mas sim num estilo de vida de alimentação saudável.

Na verdade, dieta e reeducação alimentar são conceitos complementares: enquanto um ensina o que se pode comer, o outro mostra como colocar em prática os novos hábitos.

Uma das vantagens de fazer uma reeducação alimentar é poder sair da sua rotina, como viajar ou aproveitar confraternizações, sem sair da dieta. Isto porque, como a sua nova rotina de alimentação já virou um hábito, você nem terá vontade de cometer exageros, pois compreende o que é bom para a sua saúde.

Com a reeducação alimentar, você não “está” de dieta, mas sim “é” um estilo de vida com base em escolhas saudáveis para o seu organismo. Por isso, é provável que você até deixe de sentir vontade em consumir alimentos que não façam parte do seu cotidiano.

Como fazer uma reeducação alimentar?

Fazer uma reeducação alimentar exige, antes de tudo, mudanças de hábitos. Como ser saudável vira um estilo de vida, certos hábitos que podem atrapalhar os seus objetivos deixam de fazer sentido – e precisam ser modificados.

Veja como reeducar a sua rotina de alimentação.

Alimente-se devagar

Comer devagar fará com que você preste mais atenção no alimento, sentindo seu sabor e textura. Além disso, praticar o mindful eating fará com que você coma menos.

Beba muita água

Inclua o hábito de beber água na sua rotina, pois muitos dos maus hábitos que acabamos adquirindo podem ser por falta de hidratação. Beba em torno de dois litros por dia.

 Beber água e reeducação alimentar

Evite ingerir líquidos durante as refeições

O ideal seria beber um copo de água em até 30 minutos antes de iniciar sua refeição. Dependendo do que você tomar, poderá sobrecarregar a sua digestão.

Elimine distrações durante a alimentação

Evite mexer no celular ou assistir televisão enquanto come. Procure se alimentar em ambientes tranquilos, pois o nosso estado de espírito pode influenciar em como recebemos aquele alimento para nutrir o nosso corpo.

Leia os rótulos dos alimentos

Antes de comprar qualquer comida no mercado, procure ler os rótulos dos alimentos para que você saiba exatamente o que está ingerindo. Opte pelos alimentos mais naturais possíveis ou com poucos ingredientes desconhecidos.

Cozinhe em casa

Além de você saber exatamente o que está comendo, você criará maior consciência a respeito da sua alimentação. Manusear alimentos para preparar uma refeição é onde começa a sua relação com a comida.

Una a alimentação saudável a outras práticas

Insira a experiência de alimentação saudável a outras esferas da sua vida, como atividades físicas, rotina profissional e lazer. Entender que todos os nossos hábitos estão interligados poderá melhorar a sua qualidade de vida e bem-estar.

Identifique as dificuldades em mudar de hábito

Mudanças nem sempre são fáceis de realizar. Por isso, construir um cardápio no qual você goste e sinta prazer em comer poderá fazer com que a reeducação alimentar seja mais fácil. Procure se manter realista nos seus costumes e gostos.

Faça mudanças graduais

De nada adianta você parar de consumir lactose, glúten e açúcar de uma só vez. Além de o seu organismo sentir a abstinência dos alimentos, você também não conseguirá adaptar a sua rotina alimentar (compras no mercado, cozinhar, etc) rapidamente. Faça pequenas mudanças graduais.

Observe o que é melhor para você

Cada organismo funciona de uma forma diferente. Por isso, o ideal é que você faça um acompanhamento com uma nutricionista e teste como os alimentos reagem em você, retirando uma comida de cada vez. Nada de imitar a dieta do amigo!

Faça substituições saudáveis

Você não precisa mudar todo o seu cardápio de uma vez se optar pelas escolhas certas. Ao invés de comer um chocolate ao leite, substitua por uma fruta ou chocolate amargo, por exemplo.

Reeducação alimentar e dieta: escolhas certas

Introduzir uma reeducação alimentar pode levar tempo e paciência. Não se cobre muito caso você dê algumas recaídas durante o processo, pois é absolutamente normal. Busque o conhecimento dos alimentos por meio da dieta e crie novos hábitos a partir de uma reeducação alimentar.

Acompanhe a TotalPass

Gostou do nosso estudo? Confira todos os nossos conteúdos nas redes sociais (Linkedin e Instagram) e veja dicas sobre atividade física, alimentação, bem-estar, saúde mental e nutrição.  

Confira também nosso canal no YouTube! A TPTV traz conteúdos exclusivos sobre gestão de equipes, liderança, saúde mental e qualidade de vida no trabalho, receitas, treinos e muito mais.

Para conhecer mais sobre os nossos planos e as redes parceiras, clique aqui.

E aí, bora?