Os óleos essenciais são substâncias concentradas extraídas da natureza e que podem  trazer muitos benefícios para a saúde e para o nosso bem-estar. É muito comum que sejam utilizados em difusores, mas eles possuem propriedades que vão além de um cheirinho bom.

O que são óleos essenciais
Os óleos essenciais podem trazer muitos benefícios para o bem-estar

É muito comum o uso dos óleos essenciais em difusores de ambientes, proporcionando um ambiente cheiroso e agradável. Porém, eles podem ser usados de diferentes formas, inclusive em processos terapêuticos, como a aromaterapia.

Se o uso for apenas para proporcionar um cheiro bom no ambiente, as essências sintéticas podem ser uma melhor opção. Porém, se o uso for para além disso, os óleos essenciais são a escolha ideal, já que são mais concentrados e possuem substâncias naturais com propriedades terapêuticas.

Mas, afinal, o que são óleos essenciais e quais as principais diferenças deles para as essências sintéticas? Continue a leitura!

O que são óleos essenciais?

Os óleos essenciais são substâncias sintetizadas, armazenadas e liberadas pelas plantas. Ou seja, são compostos naturais de origem vegetal e que podem trazer diversos benefícios para a saúde física e mental das pessoas.

Eles possuem diversos efeitos, dependendo da planta de que foram extraídos. Eles podem acalmar, estimular, cicatrizar, desinfetar e até conservar alimentos e atuarem como inseticidas, fungicidas, bactericidas, repelentes e agentes de limpeza natural.

Por isso, na hora de escolher o óleo essencial que gostaria de utilizar, é necessário entender quais são os efeitos que eles podem provocar no seu bem-estar.

Apesar de eles terem um cheirinho bom, já que são extraídos de plantas e suas flores e frutos, eles podem influenciar na nossa saúde mental e bem-estar muito além de perfumar a casa.

Neste sentido, as essências sintéticas podem ser utilizadas com melhor proveito.

Essências sintéticas: o que são?

As essências sintéticas são imitações dos óleos essenciais criadas em laboratório para simular os mesmos aromas naturais, porém comprometendo as substâncias complexas dos óleos.

Assim, por não possuírem a complexidade dos componentes químicos dos óleos essenciais, eles não possuem a mesma ação terapêutica.

Além disso, na hora de utilizar as essências sintéticas nos aromatizadores, elas também devem ser manipuladas de forma diferentes aos óleos. Para isso, basta ler no rótulo o modo de uso de cada essência antes de utilizá-la.

Para uma ação exclusiva de aroma, as essências sintéticas cumprem o seu papel e podem ser utilizadas sem problemas. Porém, se você procura pelos outros benefícios de bem-estar que as substâncias complexas da natureza podem proporcionar, a escolha ideal é pelos óleos.

Quais os benefícios dos óleos essenciais?

Os óleos essenciais podem oferecer diversos benefícios para o nosso corpo, desde funções terapêuticas até farmacológicas e cosméticas. Os principais benefícios deles são:

  • Alívio de sintomas de diversas doenças;
  • Ajuda no fortalecimento de defesas do corpo;
  • Ação antisséptica, anti-inflamatória e antibacteriana;
  • Propriedades expectorantes e diuréticas;
  • Amenização de dores;
  • Ajuda na ação contra insônia;
  • Pode proporcionar uma sensação de bem-estar;
  • Livre de compostos sintéticos, sendo uma boa opção na composição de cosméticos naturais;
  • Entre outros.

Como usar os óleos essenciais?

Como usar óleos essenciais
Melhores usos para os óleos essenciais

Há diferentes formas de utilizar os óleos essenciais. Os principais métodos de uso são:

  • Inalação;
  • Aplicação na pele (banhos ou massagens);
  • Compressa;
  • Limpeza;
  • Aromatização de ambiente;
  • Aplicação no cabelo;
  • Ingestão.

É muito importante que você tenha cuidado na hora de utilizar os óleos essenciais e siga o processo que um aromaterapeuta indicar, pois dependendo da substância, pode causar alergias, irritação nos olhos, entre outros efeitos.

Também é importante lembrar que, por mais que existam muitos benefícios, nada substitui os tratamentos médicos e terapêuticos. Por isso, sempre consulte um profissional e siga suas orientações. 

A inalação dos óleos essenciais pode ser feita de diversas maneiras: esfregando-os nas mãos e sentindo seu cheiro, no travesseiro ou até nos difusores de ambientes. Já as aplicações na pele podem ser feitas em massagens, no banho, escalda-pés ou por meio de compressas.

Além disso, é muito comum encontrar os óleos essenciais em maquiagens e outros cosméticos, fazendo parte dos ingredientes.

Dicas para usar óleos essenciais

Os óleos essenciais são seguros de usar, porém, por serem muito concentrados (de 50 a 100 vezes mais do que nas plantas), é importante ter alguns cuidados, como:

  • Não utilizar os óleos essenciais sem diluí-los na água;
  • Não ingeri-los, a não ser que tenha sido recomendado pelo profissional especializado;
  • Ao utilizá-los no difusor, intercalar momentos com ar fresco – sem usá-los constantemente;
  • Averiguar as indicações de uso para cada tipo de óleo. Por exemplo, os óleos cítricos não são aconselhados para quem vai pegar sol;
  • Procure um profissional especializado para seguir as orientações para aproveitar ao máximo os benefícios dos óleos essenciais, principalmente em casos de gravidez, epilepsia, doenças graves de pele, asma, entre outros.

Os óleos essenciais podem trazer muitos benefícios para a saúde mental e o bem-estar das pessoas. Procure ajuda especializada para fazer o tratamento correto e extrair o que há de melhor no que a natureza pode nos proporcionar.

Acompanhe a TotalPass

Gostou do nosso estudo? Confira todos os nossos conteúdos nas redes sociais (Linkedin e Instagram) e veja dicas sobre atividade física, alimentação, bem-estar, saúde mental e nutrição.  

Confira também nosso canal no YouTube! A TPTV traz conteúdos exclusivos sobre gestão de equipes, liderança, saúde mental e qualidade de vida no trabalho, receitas, treinos e muito mais.

Para conhecer mais sobre os nossos planos e as redes parceiras, clique aqui.

#FocoTotalEmVocê

Agora tudo pode, Agora é TotalPass