A ginástica laboral é muito benéfica tanto para os colaboradores quanto para a própria empresa, tendo como objetivo melhorar o bem-estar. Desse modo, é possível aumentar a produtividade, além de ser um dos caminhos quando o assunto é como reduzir o absenteísmo por problemas de saúde. 

Saiba o que é ginástica laboral, seus tipos e benefícios para aplicá-la na sua empresa!

Conceito de ginástica laboral

O conceito de ginástica laboral surgiu lá no passado, em 1935. No entanto, foi só na década de 60 que a prática ganhou popularidade. 

Trata-se de uma série de atividades físicas leves, feitas em no máximo 15 minutos, em três ou mais momentos do expediente. Assim, os funcionários podem fazer alongamentos, exercícios de respiração, compensação muscular e postural, por exemplo.

Afinal, não é nada fácil ficar horas sentado, em pé ou realizando uma mesma atividade, não é mesmo? É aí que acontece um ciclo vicioso: o colaborador sai fadigado do trabalho, vai para casa ainda com fadiga, não consegue ter um descanso apropriado e, no dia seguinte, chega para trabalhar indisposto e desmotivado. 

Ergonomia e ginástica laboral: qual a relação?

Embora existam vários tipos de ergonomia, é a ergonomia física que mais se relaciona com a ginástica laboral. Esse conceito se refere ao nível de conforto que a atividade executada pelo colaborador em sua respectiva função, a infraestrutura e o mobiliário oferecem.

Caso o nível seja baixo, é provável que o funcionário venha a ter diversos incômodos físicos devido à postura inadequada, movimentos repetitivos, levantamento de objetos pesados, entre outros. 

Tipos de ginástica laboral

Confira os três tipos de ginástica laboral abaixo!

Ginástica laboral preparatória

A ginástica preparatória laboral é recomendada para o colaborador se preparar para o seu dia de trabalho e, por isso, recebe esse nome. É realizada sempre no início do expediente e possui o alongamento como principal exercício laboral. 

Ginástica laboral compensatória

Já a ginástica compensatória laboral funciona como uma pausa durante o expediente e visa aliviar ou compensar qualquer tensão causada pela monotonia operacional. Esse é o momento de corrigir a postura, praticar exercícios respiratórios e de flexibilidade.

Ginástica laboral de relaxamento

Por fim, ginástica de relaxamento laboral é realizada ao fim do dia de trabalho, em que são feitas automassagens, exercícios de respiração e alongamento. Nesse terceiro momento, o objetivo é oxigenar o corpo e evitar o acúmulo de ácido lático para que o funcionário vá para casa, consiga descansar adequadamente e esteja pronto para mais um dia.

Vantagens da ginástica laboral nas empresas

Para os colaboradores:

  • Diminui a fadiga e dor muscular; 
  • Reduz o estresse; 
  • Previne doenças ocupacionais; 
  • Minimiza o esgotamento no fim do dia; 
  • Aumenta a concentração e a produtividade.

Para as empresas:

  • Melhora o clima organizacional; 
  • Aumenta a produtividade e o engajamento; 
  • Diminui o turnover e o absenteísmo; 
  • Reduz riscos de acidentes no trabalho; 
  • Otimiza a rotina da equipe. 

Aplique a ginástica laboral na sua empresa e tenha todos esses benefícios!