Venha conhecer melhor esse conceito e torne o ambiente de sua empresa um lugar mais agradável e representativo!

Estamos muito familiarizados com o termo “Cultura Organizacional”, que nada mais é do que o conjunto de valores, crenças e comportamentos expressados em um ambiente corporativo.

Leia também: O Desafio do RH de manter a Cultura em tempo de HomeOffice

Quando falamos sobre cultura colaborativa, nos referimos à uma nova forma de gestão, que quando aplicada dentro da empresa, pode trazer resultados muito positivos para os colaboradores e para organização como um todo.

Essa nova forma de gestão é uma maneira de desconstruir a cultura organizacional tradicional, baseada em uma relação burocrática e vertical entre a comunicação de líderes e liderados. Em uma cultura colaborativa, as relações se tornam mais flexíveis, horizontais e as tomadas de decisão, mais participativas.

Portanto, a “gestão do futuro” é aquela onde há flexibilização das hierarquias no ambiente de trabalho, canal aberto para falar e ouvir, delegação de tarefas e espaço para que os funcionários tenham mais autonomia. Essa iniciativa proporciona melhores resultados como, o aumento da produtividade e a ampliação da criatividade para a resolução de problemas, além do desenvolvimento profissional e individual de cada um no ambiente de trabalho.

Importância da inclusão social para construir uma gestão colaborativa

Em uma empresa que preza pela pluralidade, há a presença de pessoas que pensam diferente, de grupos e experiências diferentes.

Nessa perspectiva, um ambiente diverso é um ambiente rico e fomentador de ideias criativas. Mas mais do que isso, é um ambiente onde os colaboradores podem se sentir de fato, pertencentes. 

Daí a importância de abrir espaço para a inclusão da diversidade de gênero, cor, etnia, cultura, idade e de condições especiais, como deficiências físicas.

Em um ambiente organizacional onde as pessoas se sentem aceitas e respeitadas, por consequência é um lugar mais colaborativo. Nesse sentido, a pluralidade no ambiente de trabalho traz inúmeros benefícios para a empresa, veja a seguir.

Benefícios em implementar uma gestão colaborativa e diversa

Redução de conflitos

As pessoas que estão acostumadas a conviver em um lugar diverso e colaborativo, aprendem a respeitar as diferenças. Cada um dos colaboradores leva consigo esse entendimento, inclusive para fora da empresa, em futuras parcerias e na vida pessoal.

Alcance de melhores resultados

Em um lugar acolhedor, onde os colaboradores se sentem pertencentes e representados, há delegação de tarefas e autonomia. Nessa perspectiva as pessoas são menos sobrecarregadas e consequentemente, sentem-se valorizadas e engajadas.

Diminuição da rotatividade

Por outro lado, quando as pessoas sentem-se excluídas e rejeitadas, acontecem os desligamentos em função da falta de motivação.

Melhora na imagem da empresa

Uma gestão colaborativa e diversa impacta positivamente a imagem da empresa, não só como marca institucional, mas também como marca empregadora, uma vez que a organização demonstra ter engajamento e responsabilidade social.

Leia mais sobre: Employer Branding: você sabe o que é?

Portanto hoje, o papel da equipe de RH e dos líderes é fundamental: implementar uma cultura colaborativa, onde o olhar é voltado às pessoas em primeiro lugar, que quando engajadas, trazem melhores resultados à empresa.

Fontes:

https://rockcontent.com/br/blog/cultura-colaborativa/

https://kenoby.com/blog/diversidade-no-ambiente-de-trabalho/