Qualidade de vida é o grau em que um indivíduo é saudável, confortável e capaz de participar ou aproveitar os eventos da vida. É uma análise considerada multidimensional, abrangendo o bem-estar emocional, físico, material e social.

O termo qualidade de vida é bem ambíguo, pois pode se referir, tanto à experiência que um indivíduo tem de sua própria vida, quanto às condições de vida em que os indivíduos se encontram. 

Enquanto uma pessoa pode definir qualidade de vida de acordo com a riqueza ou satisfação com a vida, outra pessoa pode defini-la em termos de capacidades. No fim, a qualidade de vida está mais relacionada ao bem-estar, sendo subjetiva. 

Então, saiba como melhorar sua qualidade de vida com as dicas da TotalPass!

O que é qualidade de vida?

A qualidade de vida é uma medida altamente subjetiva de felicidade. Os fatores que desempenham um papel na qualidade de vida variam de acordo com as preferências pessoais, mas geralmente incluem segurança financeira, satisfação no trabalho, vida familiar, saúde e segurança.

Uma abordagem chamada de teoria engajada, descrita na revista Applied Research in the Quality of Life, postula quatro domínios na avaliação da qualidade de vida: ecologia, economia, política e cultura. 

É comum hoje pesar o salário e a qualidade de vida ao considerar o quão bom ou ruim é um emprego. Quando usado relacionado ao trabalho, a qualificação de vida geralmente se refere ao tempo e à capacidade de fazer as coisas de que você gosta. 

Se um emprego paga muito dinheiro, mas exige tantas horas de trabalho que o trabalhador não pode desfrutar de nada do dinheiro ganho, isso é uma má qualidade de vida. Se um trabalho proporciona tempo para aproveitar a vida, mas deixa o trabalhador muito cansado ou estressado, é outro prejuízo para a qualidade de vida. 

Também são frequentemente relacionados conceitos como liberdade, direitos humanos e felicidade. No entanto, como a felicidade é subjetiva e difícil de medir, outras medidas geralmente têm prioridade. 

Como medir a qualidade de vida?

Existem várias categorias amplas de medidas de qualidade de vida. Exemplos de medidas de qualidade de vida incluem o Beck Depression Inventory (BDI), o Sickness Impact Profile (SIP) e o Short Form Health Survey de 36 itens (SF-36).

Essas medidas cobrem uma ampla gama de aspectos da vida que podem ser adversamente afetados por problemas de saúde, como funcionamento físico, bem-estar emocional e capacidade de realizar atividades sociais e de trabalho. 

Entretanto, no geral, os indicadores de padrão de qualidade de vida também incluem riqueza, emprego, meio ambiente, saúde física e mental, educação, recreação e lazer, pertencimento social, crenças religiosas, segurança, proteção e liberdade.

A medição da qualidade de vida incorpora as visões subjetivas do paciente diretamente e pode fornecer aos profissionais de saúde informações que podem complementar ou, ocasionalmente, contradizer as avaliações tradicionais. 

Essas divergências entre as percepções das pessoas em um determinado estado de saúde e as percepções de observadores externos destacam as limitações de basear as avaliações puramente nas avaliações dos observadores. 

Assim, a melhor maneira de medir a qualidade de vida é analisando o próprio bem-estar físico e social, olhando para si mesmo e buscando entender se há satisfação com o estilo de vida adotado.

Qualidade de vida no trabalho

Especialistas afirmam que o termo qualidade de vida no trabalho foi usado pela primeira vez nos Estados Unidos, na década de 1970, quando empresas norte-americanas buscavam superar seus concorrentes aumentando a motivação de seus funcionários. No entanto, sempre foi da natureza humana valorizar o bem-estar ao realizar as tarefas diárias.

Assim, qualidade de vida no trabalho pode ser definida como o nível de satisfação em relação às atividades desempenhadas e ao ambiente corporativo. Um ambiente organizacional de qualidade promove uma sensação de segurança e desenvolvimento pessoal e profissional entre os funcionários.

A qualidade de vida no trabalho não pode ser medida com base em uma única variável por se tratar de um assunto complexo que envolve vários fatores. É necessário verificar o nível de satisfação dos funcionários com as funções desempenhadas, ambiente de trabalho, remuneração, relacionamento com a equipe, entre outros fatores. Você sabe o que é gestão horizontal? Confira!

O deslocamento para o trabalho é um bom exemplo de qualidade de vida. É possível economizar dinheiro morando longe dos centros de emprego populares e indo para o trabalho. No entanto, os passageiros não têm muito tempo para ficar com a família ou em hobbies por causa do tempo extra passado sentado no trânsito ou usando o transporte público. 

Se o seu trabalho vem com um grande salário, mas você está muito estressado ou não tem tempo para aproveitar seus hobbies e sua família, o dinheiro que você ganha não será igual a uma boa qualidade de vida. 

Confira 10 erros comuns na gestão de pessoas e saiba como resolvê-las!

Confira abaixo exemplos de uma boa qualidade de vida no ambiente de trabalho.

Satisfação no trabalho

Quanto maior satisfação no trabalho, maior a qualidade de vida no trabalho. Um funcionário satisfeito com sua posição na empresa tem maior probabilidade de realizar um bom trabalho.

Consequentemente, a insatisfação com o trabalho tem maior probabilidade de diminuir o engajamento dos funcionários e também de aumentar as taxas de rotatividade. 

Reembolso financeiro

O objetivo por trás de qualquer trabalho é obter uma renda substancial em troca. Recompensas, pagamentos e benefícios aumentam o envolvimento do funcionário.

Quando o funcionário recebe um bom salário, há uma probabilidade maior de o mesmo encontrar satisfação no trabalho e de se comprometer em atingir os objetivos da empresa.

Equilíbrio com a vida pessoal

O trabalhador moderno deseja equilibrar sua vida profissional com sua vida pessoal. Isso significa mais tempo de trabalho remoto e horários mais flexíveis.

Dividir tempo, energia e recursos em dois aspectos diferentes de sua vida é um desafio. Somados a esse desafio estão obstáculos como longas horas de deslocamento, compromissos familiares ou mais horas de trabalho.

Por isso, a importância de introduzir um equilíbrio excelente entre vida pessoal e profissional é grande. 

Bom ambiente de trabalho

O ambiente de trabalho pode afetar a vida, o humor, desempenho e a motivação do colaborador. Condições de trabalho relaxantes, fornecendo cadeiras confortáveis e salas de descanso, fazem do local um lugar agradável e divertido para se estar. Isso faz com o que os colaboradores sintam-se pertencentes, o que minimiza a geração de conflitos. Em outro artigo, falamos mais sobre gestão de conflitos e como lidar com eles dentro da empresa. Confira: Gestão de conflitos: saiba como lidar com conflitos dentro da empresa. 

Qualidade de vida e atividade física

Os exercícios são cientificamente comprovados como meio de viver melhor. Além de fortalecer o coração e os músculos e evitar uma série de doenças, se exercitar também pode melhorar o funcionamento mental e emocional e até aumentar a produtividade.

Veja como os exercícios físicos podem ajudar em sua qualidade de vida.

Afasta a depressão

Pesquisadores sabem que há uma forte ligação entre exercícios regulares e melhora do humor. O exercício aeróbico estimula a liberação de hormônios que aumentam o humor, aliviam o estresse e promovem sensação de bem-estar. 

Além disso, as contrações musculares rítmicas que ocorrem em quase todos os tipos de exercícios podem aumentar os níveis da substância química cerebral serotonina, que combate os sentimentos negativos.

Aguça a função cerebral

A atividade física aumenta o fluxo sanguíneo para o cérebro, o que pode ajudar a manter a função cerebral. Também promove uma boa função pulmonar, uma característica das pessoas cujas memórias e acuidade mental permanecem fortes à medida que envelhecem. 

Embora todos os tipos de atividade física ajudem a manter a mente afiada, muitos estudos mostraram que os exercícios aeróbicos, em particular, melhoram com sucesso a função cognitiva.

Melhora o sono

Exercícios fornecem três benefícios importantes para o sono: ajudam a adormecer mais rápido, passar mais tempo em sono profundo e despertar menos durante a noite. Inclusive, os exercícios são a única maneira conhecida de adultos saudáveis ​​aumentarem a quantidade de horas de sono profundo.

Melhore a qualidade de vida com a TotalPass!

A TotalPass é um benefício corporativo de atividade física que oferece as melhores academias do país a colaboradores de empresas parceiras. Neste grupo, é contemplada toda a rede Smart Fit e Bio Ritmo, além de estúdios especializados em corrida, boxe, yoga, ciclismo, treinos funcionais coletivos e desenvolvimento muscular.

Em nossos conteúdos de blog, você pode encontrar mais dicas de como melhorar a qualidade de vida e a motivação da sua equipe. Confira!
Executar uma boa gestão pode ser bastante desafiador, principalmente em tempos de pandemia. Você sabe o que se espera do RH em tempos de crise? A TotalPass te ajuda! Estamos sempre comprometidos a melhorar o bem-estar das pessoas. Não deixe de fazer parte disso!