Uma cultura organizacional bem estruturada é um dos fatores fundamentais para que os colaboradores estejam bem alinhados e sigam com o mesmo objetivo. Diante de uma crise, as organizações precisam tomar novas decisões diante de improváveis situações e para isso, é importante que a cultura da empresa mostre sua força. Quer saber o que se espera do RH em tempos de crise como essa que estamos vivendo? Acompanhe a leitura!

Use esse índice para navegar nos tópicos desse post:

Qual a importância da cultura organizacional em uma crise?

A cultura organizacional é definida como “o modo como as coisas funcionam por aqui”. Ela envolve todas as regras formais e informais seguidas pelas equipes, as crenças, hábitos, normas, linguagem e todos os outros elementos que fazem da empresa o que ela é.

A cultura organizacional é quem define se uma empresa é sustentável, por exemplo, e, dessa forma, faz com que todos os seus colaboradores também sejam sustentáveis. Ela também pode definir se um dress code é necessário ou não, enfim, todas as regras e postura do seu negócio.

Um estudo publicado pela Denison Consulting aponta que as empresas com uma cultura organizacional bem estruturada possuem um nível de engajamento dos colaboradores 72% maior se comparada com as empresas que não tem uma cultura organizacional forte.

Em um momento de crise, mudanças são essenciais para que a empresa siga atuando. Um bom exemplo disso é a adaptação dos profissionais ao home office durante o período de quarentena definido em praticamente todo o mundo.

Mesmo sem a convivência física, a cultura organizacional deve continuar presente para ajudar a equipe a fluir com processos por meio de valores e comportamentos já definidos para alcançar os resultados. No entanto, como as lideranças precisam se posicionar em um momento como esse? Reunimos algumas dicas que podem ajudar!

5 atitudes esperadas pelo RH em momentos de crise

Para enfrentar períodos de crise como essa ocasionada pela COVID-19, compartilhamos algumas dicas que podem contribuir para enfrentarmos esse momento da forma mais saudável e produtiva possível.

Relembre e reforce os pontos fortes da cultura da empresa 

É natural que os seus colaboradores estejam acostumados com uma forma de comunicação, com o ambiente do escritório e até a forma de se portar presencialmente.

Durante o período de home office, no qual todos estão afastados, é fundamental que você relembre os aspectos da cultura organizacional da sua empresa. Para isso, intensifique a comunicação com essas informações e garanta que seu time esteja engajado e, mesmo distantes, continuem focados como estavam no escritório.

Mantenha a comunicação, mas cuidado com os excessos 

As lideranças precisam estar alinhadas sobre como vão interagir com as equipes. A falta ou o excesso de informações pode atrapalhar a atuação dos colaboradores. Por isso, é essencial que os líderes sejam transparentes e informem as ações necessárias para o momento que estão enfrentando.

Utilize os diversos canais de comunicações que existem para fazer reuniões, mas não exagere! O excesso de reuniões e cobranças atrapalham a execução do trabalho dos profissionais e podem ser compreendidas como desconfiança e até pressão.

Dar feedbacks aos seus colaboradores também é uma excelente forma de manter os projetos alinhados e obter qualidade nas entregas. Sejam feedbacks positivos ou negativos, é sempre bom alinhar com o seu time quais pontos eles estão executando bem e em quais podem melhorar.

Seja exemplo de prevenção e engajamento

É papel dos líderes passarem seriedade em relação às ações de prevenção. É preciso orientar as pessoas quanto a importância dessas ações e os cuidados que a empresa está tomando em relação a saúde dos colaboradores, fornecedores, clientes e comunidade.

Os valores de uma empresa em relação à comunidade tem influenciado muito na decisão de compras da população, principalmente o seu posicionamento nas redes sociais. 

Acompanhe as condições de saúde das pessoas

Tanto nos aspectos físicos quanto nos emocionais, é importante que os líderes acompanhem as condições de saúde das pessoas da sua equipe.

Para isso, procure manter as relações interpessoais por meio de chats e videochamadas: façam encontros de café virtual, agendem um horário para conversar sobre assuntos além do trabalho e podem combinar até happy hours semanais.

Em um momento de crise, as pessoas estão cheias de incertezas, inseguranças e em estado de alerta, por isso, esses momentos especiais ajudam a manter a calma e um clima positivo dentro da empresa, mesmo à distância.

Incentive a prática de atividades físicas

Você também pode incentivar seus colaboradores a praticarem atividades físicas. Segundo o Ministério da Saúde, além dos benefícios físicos que a prática regular de exercícios oferecem para a saúde e qualidade de vida, eles também beneficiam a mente, pois:

  • Melhoram a saúde mental e do humor;
  • Reduzem o estresse;
  • Melhoram os quadros de depressão;
  • Aumentam a autoestima e da sensação de bem-estar;
  • Melhoram a qualidade do sono.

A TotalPass é um benefício corporativo que facilita a prática de exercícios físicos dos colaboradores nas academias mais incríveis do País. Durante o período de isolamento social, foram disponibilizados diversas modalidades de treinos online e gratuitos para serem realizados em casa. Compartilhe essa iniciativa com seus colaboradores mesmo que não seja uma empresa conveniada, o acesso está liberado! 

Se você ainda não é uma empresa conveniada, mas gostaria de saber mais sobre o benefício, veja como funciona a TotalPass

Não sabemos por quanto tempo essa crise vai durar. Mas sabemos que com informação, consciência e novos hábitos de trabalho, podemos continuar e retornar com força e mais preparados para enfrentar os problemas do dia a dia.

Preparado(a) para cuidar da sua cultura organizacional durante a crise? Compartilhe este artigo com seus colegas do RH e líderes. Caso tenha alguma dúvida, deixe nos comentários!