Diversas pesquisas desenvolvidas desde o início das medidas restritivas para conter o avanço da pandemia de covid-19 mostram que os sintomas de ansiedade e depressão aumentaram durante o período de isolamento social.

A importância da atividade física para a nossa saúde mental. Foto: Reprodução/FreePik

Um trabalho publicado no periódico científico JAMA Pediatrics em abril deste ano, por exemplo, reuniu 29 pesquisas de diferentes nacionalidades e concluiu que, com a pandemia, os sintomas depressivos saltaram para 25,2% entre os jovens, enquanto os sinais de ansiedade chegaram a 20,5% deste grupo.

Simultaneamente ao aumento da taxa de doenças psicológicas, cresceu também a busca por apoio psicológico: só na primeira quinzena da quarentena no Brasil, o Google Trends reportou uma alta de 88% na busca por terapias on-line. As pessoas passaram a buscar formas de extravasar suas energias e resolver questões que a pandemia evidenciou e, dentre as alternativas, especialistas destacam os benefícios da terapia associada à prática de atividade física.

De acordo com Catalina Kaneta, psicóloga especialista em Psicologia do Esporte, o corpo humano é psicossomático, ou seja, ele somatiza tudo aquilo que está presente no âmbito psicológico e vice-versa. “Corpo e mente são indissociáveis, é um sistema único”, afirma a especialista.

Assim, Catalina explica que “enquanto movimentamos o corpo em busca da manutenção da saúde, há também uma promoção a saúde mental”. Além disso, por ser psicossomático, o corpo se apresenta como um canal de comunicação, fazendo com que a atividade física traga benefícios a curto, médio e longo prazo para os campos físico e mental.

No curto prazo, por conta de substâncias como endorfina, serotonina, e a própria adrenalina, o movimento traz euforia e diminuição do estresse e ansiedade, além de melhorar o humor. A psicóloga afirma que, no médio e longo prazo, a prática de atividades físicas eleva a autoestima, a concentração, autoconhecimento e auxilia na promoção da saúde mental pelo físico.

Apesar da adoção da atividade física no dia a dia parecer simples, Catalina ressalta que a mente pode sabotar o corpo, criando empecilhos e outros caminhos aparentemente mais confortáveis para lidar com os sintomas trazidos pela ansiedade e a depressão. Daí a importância de associar a movimentação do corpo a um tratamento adequado para estes sintomas, com a terapia, reduzindo, assim, as chances do adoecimento emocional e físico.

Com a retomada das atividades presenciais, flexibilização das medidas restritivas e avanço da vacinação para a segunda dose em toda a população, muitas empresas passaram a investir tempo em dinheiro em iniciativas e programas que buscam promover ações para a saúde mental e emocional dos colaboradores.

Neste contexto, cabe destacar que é cada vez mais comum encontrar companhias que, entre seus benefícios, oferecem planos que incentivam a prática de atividade física como forma de prevenir e equilibrar mente e corpo.

Acompanhe a TotalPass!

Gostou desse conteúdo? Confira todos os nossos canais nas redes sociais (Linkedin e Instagram) e veja dicas sobre atividade física, alimentação, bem-estar, saúde mental e nutrição.  

Confira também o canal da TotalPass no YouTube! A TPTV traz conteúdos exclusivos sobre gestão de equipes, liderança, saúde mental e qualidade de vida no trabalho, receitas, treinos e muito mais. Até a próxima!