A saúde mental é muito importante para o nosso bem-estar. Quando não estamos bem, todas as áreas da nossa vida são afetadas, tanto a profissional quanto a pessoal. Fazer uma boa gestão das emoções é uma ótima forma de conseguir controlar sentimentos conturbados e, assim, aumentar a sua qualidade de vida.

Saiba como fazer a gestão das emoções
Conheça a importância da gestão das emoções

Emoções são complicadas. Nosso organismo é composto de milhares de hormônios e, dependendo da situação, reagimos de formas diferentes. Muitas vezes, algo que é importante para uma pessoa, pode não ser para outra. 

As emoções são totalmente individuais e pode ser quase impossível controlá-las totalmente. A verdade é que nunca dá para saber qual vai ser a sua reação ao se deparar com uma situação específica. Você pode prever, mas, na verdade, só é possível ter 100% de certeza quando, de fato, algo acontecer. 

É normal ter dias ruins. Não somos robôs para estarmos bem o tempo todo e conseguir controlar as emoções pode ser um verdadeiro desafio. O segredo é viver um dia de cada vez e aproveitar cada momento deles. 

Porém, estar sempre com as emoções à flor da pele pode ser muito prejudicial para sua saúde mental e, aos poucos, essa condição vai afetando todas as vertentes da sua vida.

O que é gestão das emoções? 

Você consegue definir o que está sentindo neste exato momento? Seja felicidade, raiva, tristeza, alívio… Muitas vezes, nós não prestamos atenção nos sinais que o nosso corpo dá com nossas emoções ou menosprezamos elas. 

A gestão das emoções é exatamente isso: a capacidade de compreender e avaliar por qual você está passando no momento e, assim, tomar decisões melhores e com mais calma. 

Antes de conseguir fazer essa gestão, é importante diferenciar emoções de sentimentos: 

Emoções: segundo os neurocientistas Antônio Damásio e Joseph E. LeDoux, uma emoção é uma resposta cognitiva automática a um estímulo, que fazemos de forma inconsciente. Ela pode provocar sintomas físicos também, como coração acelerado ou dores musculares. 

Sentimentos: ainda segundo os pesquisadores, o sentimento é um complemento das emoções. Ou seja, é a experiência consciente desses reflexos, quando o cérebro é capaz de gerar um significado para essas alterações causadas pelas emoções. 

Por isso fazer a gestão das emoções é tão importante. Quando você consegue identificar um padrão e controlar melhor o que está acontecendo no seu cérebro, você recebe menos reflexos físicos, conseguindo tomar decisões mais estratégicas de forma mais plena. 

É impossível definir o que vamos sentir. Não dá para controlar o medo, raiva ou tristeza, por exemplo. O que dá para controlar é a forma que você age quando sente essas emoções. 

Mesmo quando o estímulo é negativo, é possível manter a calma, entender de onde ele vem e, assim, compreender melhor a importância da emoção. Com isso, você aprende a parar de evitar, negar e lutar contra o que está sentindo. 

Lutar contra as emoções e tentar suprimi-las não dá certo e traz apenas mais sofrimento e agonia para você, podendo causar até mesmo problemas de saúde mental, como depressão e ansiedade.

Fazer uma boa gestão das emoções pode trazer uma série de benefícios para o indivíduo, como: 

  • Ajuda a controlar o estresse; 
  • Ajuda a reduzir a ansiedade; 
  • Melhora a sua qualidade de vida; 
  • Pode aprimorar suas relações interpessoais; 
  • Ajuda a tomar decisões mais estratégicas no meio profissional; 
  • Entre outros. 

Como identificar as emoções?

Saiba como identificar as emoções
Identificar as emoções é o primeiro passo para uma boa gestão

O primeiro passo para fazer uma boa gestão das emoções é saber identificá-las. Para muitas pessoas, isso pode ser desafiador, já que é difícil traduzir em palavras algo que não é totalmente físico e palpável.

Para conseguir fazer isso, um pesquisador estadunidense, chamado Robert Plutchik, criou um sistema de emoções baseado em psicologia positiva. 

Basicamente, de acordo com o profissional, existem oito emoções principais que afetam todos os seres humanos e, quando estruturadas, elas podem ser agrupadas como opostas e baseadas em intensidade. 

Essas emoções são: 

  • Alegria; 
  • Tristeza; 
  • Nojo; 
  • Raiva; 
  • Medo; 
  • Confiança; 
  • Surpresa; 
  • Antecipação. 

Quando combinadas, essas emoções podem gerar diversas combinações, que nos ajudam a entender melhor o que estamos sentindo. 

Por exemplo, vamos supor que você conseguiu uma promoção no trabalho. Provavelmente, as emoções prioritárias serão alegria e surpresa. Tendo esse entendimento, você consegue analisar de forma mais crítica qual será a sua ação a partir disso. Ou seja, você vai gritar para todos ouvirem ou manter a calma e comemorar depois? 

Essa reflexão só é possível quando temos um bom entendimento de como nossa mente e nossas emoções funcionam. 

Existem algumas técnicas para conseguir fazer uma boa gestão das emoções, como: 

  • Sempre se questionar se o que você está pensando é baseado em fatos; 
  • Levar em conta a sua convicção; 
  • Mudar de ambiente/de posição se necessário; 
  • Sempre reparar na entonação da sua voz e na sua linguagem corporal; 
  • Respirar fundo quando perceber que está a ponto de ter uma crise; 
  • Não julgar suas emoções;
  • Praticar exercícios como meditação e yoga
  • Respeitar o seu tempo para lidar com certas coisas. 

A gestão das emoções é um dos primeiros passos para melhorar sua qualidade de vida e a forma com a qual você lida com as adversidades do dia a dia. Comece a inserir as técnicas na sua rotina hoje mesmo e veja todos os benefícios. 

Acompanhe a TotalPass

Gostou do nosso estudo? Confira todos os nossos conteúdos nas redes sociais (Linkedin e Instagram) e veja dicas sobre atividade física, alimentação, bem-estar, saúde mental e nutrição.  

Confira também nosso canal no YouTube! A TPTV traz conteúdos exclusivos sobre gestão de equipes, liderança, saúde mental e qualidade de vida no trabalho, receitas, treinos e muito mais.

Para conhecer mais sobre os nossos planos e as redes parceiras, clique aqui.

#FocoTotalEmVocê

Agora tudo pode, Agora é TotalPass