Que tal driblar a preguiça no inverno? Com a chegada da estação mais fria do ano, muitas pessoas acabam se sentindo desanimadas em continuar a rotina de treinos. Pensando nisso, vamos te ajudar a não desanimar em treinar no frio!

Mulher praticando pilates para não desanimar em treinar no frio
É possível driblar o frio e treinar no inverno. Saiba mais!

Por que as pessoas ficam desanimadas e deixam de treinar no frio?

Com a chegada do inverno, os dias vão se tornando mais curtos e as noites, mais longas. Com isso, deixar de levantar cedo para ir treinar no frio pode ser um pretexto para passar mais alguns minutinhos na cama.

Homem desanimado para treinar no frio
A sensação de cansaço aumenta no inverno. Confira!

Para contornar as baixas temperaturas, o nosso corpo começa a gastar mais energia, que é responsável por manter o corpo mais aquecido. Esse gasto energético acaba aumentando a sensação de cansaço, sono, preguiça e/ou até mesmo fome. 

Por isso, aquela preguiça que costuma dar no inverno é, na verdade, “normal”, pois seu corpo realmente acaba precisando dormir e descansar mais. Para te ajudar a contornar essa situação, vamos te contar 5 dicas que podem tornar a sua vida mais ativa no inverno.

5 dicas para não desanimar em treinar no frio

Organizar as roupas para não desanimar em treinar no frio
Organizar as roupas um dia antes dos treinos ajuda a não desanimar. Confira!

Agora que você já sabe porque as pessoas sentem preguiça de ir à academia quando o frio chega, vamos te mostrar algumas dicas fáceis para incentivar a prática das atividades físicas, mesmo com as temperaturas baixas do inverno. Vamos lá?

1 – Escolha um horário 

Existem vários perfis de pessoas, como as que gostam de treinar pela manhã, tarde ou durante a noite, ou aquelas que precisam se adequar às suas funções/tarefas do dia a dia, como o trabalho. 

Pela manhã, as temperaturas costumam ser ainda mais baixas, gerando um empecilho principalmente para aquelas pessoas que são adeptas às atividades físicas mais cedo. Por isso, se esse for o seu caso, que tal trocar o horário? Só se for possível, é claro! 

Ao meio-dia ou no final da tarde, esses horários são indicados para quem tem uma rotina mais agitada e com temperaturas mais amenas. Dessa forma, é mais fácil se motivar e contornar a preguiça causada pelo frio. 

Lembre-se: cada pessoa tem o seu ritmo, né? Tente identificar qual é o melhor horário para você e faça do exercício físico a sua rotina.

2 – Organize roupas e utensílios de treino

Se o frio já é um problema, imagine só ter que organizar as roupas e objetos fitness antes de ir treinar? Por isso, um dia antes de sair para a academia, é preciso separar todos os itens que você considera essenciais e que não podem faltar no treino, como toalha, garrafa de água, relógio, roupas ‘fitness’, entre outros utensílios. 

Ao fazer isso, você já vai se preparando para o treino do dia seguinte e, consequentemente, treina mais motivado, pois não precisará organizar as coisas antes de sair de casa.

3 – Convide amigos ou familiares para treinar

Treinar sozinho no verão é fácil, né? No frio esse pode ser um grande desafio, principalmente devido à falta de motivação. 

Pensando nisso, por que não buscar por companhias, hein? Tanto amigos quanto familiares, essa prática é um fator que pode te motivar nos treinos e melhorar ainda mais o seu desempenho nas séries das atividades físicas

Uma dica importante: pergunte para o profissional de educação física quais são os treinos voltados para duas pessoas. Dessa forma, você se sentirá motivado e a pessoa também, principalmente nos dias mais frios. 

4 – Determine algumas metas

Para se manter ainda mais ativo nos treinos, principalmente no frio, é importante definir algumas metas, como, por exemplo, como você quer estar no verão, seja melhorar o seu condicionamento físico, fortalecer o sistema imunológico, reduzir os níveis de colesterol, modelar o corpo, entre outros objetivos. 

Independente de qual for a sua decisão, é importante traçar metas. Por isso, busque o auxílio de um profissional de educação física ou, se preferir, a ajuda de médicos e nutricionistas. A partir desses objetivos traçados, você se sentirá ainda mais disposto e motivado para chegar até os seus resultados.

5 – Pratique atividades prazerosas 

As atividades físicas precisam ser colocadas na sua vida como uma busca pela saúde e bem-estar, além de outros objetivos. Por isso, para que os seus treinos sejam cada vez mais prazerosos, busque exercícios que fogem do básico, como dança, pilates, artes marciais, ioga, entre outras modalidades. 

Nós temos certeza que você vai se identificar com alguma modalidade. A partir disso, seus treinos podem se tornar cada vez mais prazerosos, tanto no frio quanto no calor. 

Agora que você já sabe como não desanimar em treinar no inverno, que tal colocar isso em prática a partir de hoje? Só mais uma coisa! Talvez você já saiba disso, mas não custa relembrar: para mais informações e dicas, consulte um profissional de educação física. Bom treino!