Quando paramos para pensar em algumas modalidades esportivas (ou atividades físicas no geral) e/ou exercícios físicos, uma das dúvidas mais comuns é onde praticá-las. No entanto, é possível aderir a essa prática em ambientes internos e externos.

Homem andando de bicicleta
Qual é o seu estilo de treino: interno ou externo? Saiba mais!

Afinal, o que são os exercícios internos e externos? Para te ajudar, vamos explicar sobre esses dois tipos de treinos, suas vantagens e desvantagens e algumas outras dicas para aprimorar ainda mais a sua rotina de exercício.

O que são os treinos internos e externos?

Os treinos internos e externos, conhecidos também como indoor e outdoor, estão relacionados às modalidades que podem ser praticadas tanto em ambientes fechados, como academias ou estúdio de ginástica, quanto ao ar livre, como em praças ou parques da cidade. 

De acordo com o profissional de educação física Rafael Duarte, formado pela faculdade de Educação Física de Sorocaba (FEFISO), o treino indoor pode ser praticado dentro de qualquer tipo de estrutura, ou seja, onde não existe qualquer interferência climática externa.

Em relação à prática outdoor, pode ser realizada em todos os espaços abertos por meio do contato com a natureza.

A seguir, confira alguns detalhes para entender melhor sobre esses dois estilos de treino:

Indoor training 

O indoor training, conhecido como treino em lugares fechados, pode ser praticado em inúmeros espaços onde existe o controle da temperatura do ambiente, como, por exemplo, as academias.

“Basicamente, o esporte indoor é uma prática feita dentro de uma estrutura, ou seja, ambientes fechados e/ou paredes artificiais, impossibilitando que o clima de fora interfira”, explica o profissional de educação física. 

Outdoor training

Outdoor training, conhecido também como qualquer tipo de atividade ou exercício físico praticado ao ar livre, ou seja, quando você não tem a proteção de uma estrutura contra as estações do ano (verão, inverno, outono e primavera) e está sujeito a diversos obstáculos oferecidos pela natureza.

“Já o esporte outdoor são todas as práticas realizadas em lugares abertos, como montanhas, ruas e/ou praias, ou seja, tudo o que não for dentro de uma área construída”. Além disso, Duarte explica que, em alguns esportes, como o atletismo, o atleta passa por inúmeras interferências climáticas, tendo que encarar o sol, o vento e/ou a chuva.

Vantagens e desvantagens do exercício indoor

Homem praticando exercícios físicos
Os treinos internos e externos têm algumas vantagens e desvantagens. Confira!

Vantagens

Em relação às vantagens dessa prática de exercício, a pessoa jamais terá desculpa para praticar qualquer tipo de atividade física, isso porque ele não precisa enfrentar os problemas com o clima. “Ele pode ser feito em qualquer condição, independente do clima, pois os locais são climatizados”.

Além disso, é possível realizar seus treinos em casa, mas, se preferir, você pode treinar em lugares com mais gente, onde existe o controle da temperatura e ainda promovem a integração com outras pessoas. 

Desvantagens

Sobre as desvantagens, a mais comum está ligada sobre aquelas pessoas que não passam muito tempo em contato com a natureza, tendo em vista os inúmeros benefícios para a nossa saúde, como a melhora do sistema imunológico. 

Se a sua escolha inicial for treinar em casa, é possível que essa prática tenha alguns obstáculos do dia a dia, como animais de estimação, celular e entre outras situações que demandam atenção, tirando a concentração.  

Vantagens e desvantagens do exercício outdoor

Vantagens

Treinar ao ar livre pode trazer inúmeros benefícios à saúde e despertar a sensação de bem-estar por meio do contato com a natureza. Sendo assim, essa prática é muito apreciada por pessoas que praticam corrida ou caminhada

Além disso, quando treino é praticado em contato com o sol – seguindo todas as recomendações, como hidratação e uso do filtro solar -, pode proporcionar vitamina D, responsável por atuar diretamente na saúde dos ossos, sistema imunológico e até mesmo nervoso. 

Por último, pode proporcionar melhora na sensação de bem-estar, principalmente na realização de treinos de grande impacto. 

Desvantagens

Segundo o profissional de educação física, uma das principais desvantagens é o clima. “Às vezes, está muito sol, chuva ou frio, situações climáticas que podem atrapalhar no rendimento do atleta”, comenta.

“O vento, por exemplo, pode atrapalhar demais. Se for uma competição, o vento pode estar contra mim na minha vez e, quando for a vez do meu concorrente, a favor.” No que diz respeito ao inverno, para os amantes do ciclismo ou do atletismo, os treinos em lugares abertos podem atrapalhar e, em alguns casos, apresentar o quadro de hipotermia. 

Em relação ao verão, por exemplo, se não seguir os cuidados necessários, a temperatura alta pode ocasionar inúmeros problemas à saúde, como a exaustão, perda de líquido e, consequentemente, desidratação

Duarte explica que não existe uma melhor opção e isso pode variar de acordo com o perfil de cada pessoa. “Algumas pessoas não têm problema em treinar no sol ou na chuva e, em alguns casos, pode ser que a pessoa goste dessa questão climática”, finaliza. 

Conheça a TotalPass

Gostou e quer praticar algumas modalidades indoor e/ou outdoor com a TotalPass? Temos parceria com milhares de academias espalhadas por todo o Brasil, mais de 250 modalidades de treino (yoga, pilates, beach tennis, lutas, natação).

Agora que você já conhece a diferença de um estilo de treino para o outro, lembre-se: é importante estar em contato com um profissional para entender qual exercício fazer e como praticá-lo corretamente nos espaços internos e externos. Por fim, jamais deixe de praticar atividade, combinado? O treino orientado traz inúmeros benefícios à saúde.