Na hora de procurar uma empresa para fazer parte do quadro de funcionários, o candidato não busca apenas por uma boa remuneração ou benefícios básicos (vale-transporte e/ou vale-alimentação). Pelo contrário: com cada vez mais concorrência no mercado, este profissional está em busca de uma experiência de trabalho completa.

Fazer parte de uma empresa vai muito além de remuneração e benefícios. Saiba mais!

Quem se lembra, antes da pandemia, que um grande diferencial das empresas, principalmente das startups, era oferecer mesas de sinuca e salas de descanso? Com o coronavírus, veio o home office, que acabou mudando as prioridades do que os funcionários buscam em uma empresa.

Quer saber mais sobre isso? Continue a leitura!

O que os colaboradores buscam da experiência de trabalho na sua empresa?

Muito além da remuneração e da diversão, os colaboradores esperam mais da sua experiência de trabalho. Segundo um estudo publicado pela Harvard Business Review, suas motivações principais são: a oportunidade de crescimento na carreira, o envolvimento da empresa com a comunidade e o propósito.

Apesar desses fatores serem os principais, há outros indicadores que os funcionários buscam na hora de escolher a empresa para trabalhar, como:

  • Lideranças que escutam;
  • Senso de justiça e equidade da organização;
  • Transparência da empresa;
  • Reconhecimento dos funcionários;
  • Aprendizado profissional;
  • Estímulos de motivação;
  • Avaliação de desempenho;
  • Benefícios além dos tradicionais (plano odontológico, assistência médica, horários flexíveis, auxílio academia, etc).

Uma remuneração atraente e benefícios básicos podem até atrair alguns funcionários num primeiro momento, mas não são fatores determinantes para o colaborador se sentir motivado por longos períodos ou quando surgir uma nova oportunidade para ele.

Por isso, optar por dinâmicas que deixem os funcionários motivados, estratégias como a gamificação, ter uma rotina de feedbacks estruturada, um bom plano de carreira e oferecer benefícios corporativos de academias, como a TotalPass, pode ser um grande diferencial para reter talentos na organização.

Indique sua empresa

Outro fator importante e que merece destaque é que o trabalhador de hoje não vê a empresa apenas como um local para exercer sua atividade profissional e voltar para casa, mas sim um ambiente que ele pode compartilhar experiências, trocar ideias e até fazer amizades.

Por isso, manter um ambiente agradável de se trabalhar e que estimule o engajamento dos funcionários é um dos grandes pilares que eles buscam para melhorar a experiência de trabalho.

Neste sentido, uma boa experiência de trabalho é aquela que proporciona a construção de bases sólidas no ambiente profissional, com aprendizado e desenvolvimento e, claro, a disponibilidade de recursos adequados para realizá-los.

Ou seja, o colaborador não busca apenas por um ou outro fator de uma empresa, mas sim por uma experiência de trabalho completa: lideranças capazes de cuidar do desenvolvimento profissional e proporcionar um ambiente adequado para o crescimento na carreira, reconhecimento no aumento da remuneração e o sentimento de fazer parte de uma equipe unida e de uma empresa que realmente se preocupa com o bem-estar do colaborador.

Como o Employee Experience pode ajudar?

O Employee Experience, ou Experiência do Colaborador, diz respeito a como os colaboradores se sentem em relação à sua empresa e como eles podem se sentir mais felizes.

Ou seja, são as estratégias pensadas por gestores e profissionais de RH para proporcionar uma experiência de trabalho boa para os colaboradores.

Ela começa já no momento de admissão de um novo colaborador, com atividades de onboarding e boas-vindas, durando todo o tempo em que ele fizer parte da empresa até o seu desligamento.

Algumas das maneiras de entender quais são as necessidades e expectativas do colaborador com a empresa são: fazer pesquisas, reuniões de feedback e 1:1 do líder com seu time. Assim, é possível dar voz aos colaboradores e levar essas necessidades para o time de gestão, que deverá discutir a viabilidade de colocar em prática alguns projetos.

Implementar uma estratégia de Employee Experience dentro da empresa pode trazer muitos benefícios no dia a dia profissional, como aumento da produtividade, redução de custos e do absenteísmo e retenção de talentos, pois um dos principais indicadores que os colaboradores buscam é o reconhecimento.

Segundo um levantamento realizado pela Love Mondays em 2015, os principais conselhos de funcionários aos presidentes das empresas, em ordem, são:

  1. Mais reconhecimento;
  2. Melhorar comunicação com funcionários;
  3. Melhorar salário;
  4. Saber o que está acontecendo no dia a dia da empresa;
  5. Melhorar processos de sistemas e ferramentas;
  6. Implementar ou melhorar o plano de carreira;
  7. Melhorar o gerenciamento da empresa;
  8. Melhorar os líderes e gerentes da empresa;
  9. Criar mais oportunidades de aprendizado;
  10. Melhorar os benefícios corporativos.

O que as novas gerações buscam na experiência de trabalho?

Geração Z trabalhando de uma nova forma
As novas gerações possuem outras expectativas de sua experiência de trabalho. Entenda!

As gerações Y (nascidos entre os anos 80 e metade dos anos 90) e Z (metade da década de 90 até 2010), se encontraram no mercado de trabalho e, hoje, dividem muitas funções e equipes. Apesar de algumas diferenças entre elas, há algo em comum: elas buscam por empresas que compreendam suas necessidades profissionais e pessoais e completem seu propósito.

Apesar de a geração Z ser muito conhecida por trocar de empresa constantemente, o que as duas gerações buscam em comum é por empresas que sejam capazes de desenvolver suas carreiras e prometam um futuro promissor.

Eles têm uma grande ambição por serem líderes e, neste sentido, quem deve oferecer as condições adequadas para esse desenvolvimento acontecer é a empresa.

Além disso, essas gerações buscam, cada vez mais, por empresas com flexibilidade no horário de trabalho, home office, ambiente inovador e programas de qualidade de vida, como preocupação com a saúde física e mental.

Apesar de serem muito responsáveis com suas funções, eles necessitam de tempo para resolver suas questões pessoais, ficar com a família e amigos e até mesmo investir em alguma formação.

Neste sentido, a sua organização pode contar com líderes inspiradores e que engajem a equipe, pois dessa maneira eles se sentem motivados e valorizados.

Além disso, eles não querem ser apenas mais um número para preencher a quantidade de funcionários de uma empresa, mas sim querem fazer parte de uma transformação e dos resultados da organização.

Eles querem ser ouvidos e reconhecidos por suas ideias e sugestões, por isso contar com lideranças capazes de fazer este reconhecimento é um grande diferencial para oferecer a experiência de trabalho que essas gerações buscam.

Os colaboradores esperam por uma experiência de trabalho completa, que vá além de indicadores tradicionais como remuneração e benefícios básicos. Por isso, é muito importante que os gestores e profissionais de RH estejam antenados nas necessidades dos novos profissionais do mercado.